Eu fui pra Portugal!!!

Entrevista com Felipe Vaz, estudante de design (UFPE), fez intercâmbio pra Universidade do Porto, em Portugal. Para quem está interessado em saber mais sobre portugal, existe um blog muito interessante pra ser consultado, o "AO PORTO!"

1. O que te motivou a fazer um intercâmbio?
A princípio aprender uma lingua nova, viver uma língua nova, conviver com pessoas de outras partes do mundo, conhecer um pouco do mundo, emfim, ter uma experiência social totalmente diferente de tudo que eu já havia tido.

2. Como você selecionou o país que gostaria de ir e a universidade que estudaria?
Pela falta de tempo para me preparar, acabei indo para portugal ao invés da primeira opção que era a Inglaterra...pq portugal não tem que fazer teste de línguas. Optei pela Universidade do Porto, pois era a que tinha cadeiras mais interessantes para meu curso: design.

3. Quais documentos teve que preparar?
Identidade, passaporte, segunda via original da certidão de nascimento(não é válida a primeira), documento de antecedentes criminais ( ´´nada consta´´) da polícia federal, declaração de vínculo da universidade, PB4(seguro saúde), declaração de responsabilidade, foto 3x4, reserva da passagem aérea, atestado de saúde, carta de aceite, comprovativo de alojamento.

Nota da autora do blog: Concedido pelo Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) o PB4 é um formulário que dá direito a utilizar o sistema público de saúde de Portugal e da Espanha.

4. Como foi o processo de seleção?
Avaliação baseada na média de minhas notas comparada à dos outros candidatos

5. A bolsa foi suficiente pra você se sustentar lá? Como se preparou financeiramente?
Não existia bolsa, mas por estudar na federal, não pagava os custos da faculdade por lá. passei todo o tempo lá com ajuda de meus pais, cerca de 400 euros por mês.

6. Fala um pouco sobre a universidade que estudou em Portugal.
A universidade do porto é a maior universidade de portugal, desorganizada em alguns pontos, mas sempre tive apoio e atenção quando precisei.

Não posso falar de outros cursos, mas especificamente em design, posso dizer que estudei com alguns dos melhores designers e artistas plásticos portugueses e alguns melhores da europa, isso foi muito gratificante e edificante.

7. Após o término dessa experiência, quais foram as suas impressões sobre a importância desse tipo de oportunidade? O que ficou de bom?
É uma experiência única na vida de qualquer pessoa, aprendi a conviver com pessoas de países e culturas totalmente diferentes da minha e vi que somos realmente todos iguais, independente de tudo, claro que há discrepancias sociais, mas no todo, de perto somos todos iguais.

Claro que tem a parte chata de ser muito difícil ter que me separar tão cedo de pessoas que você aprendeu a gostar tão rápido, e no meu caso que foi de passar um ano,enquanto uns tão indo embora, mal da tempo de se despedir, já tem outros chegando.

8. Alguma recomendação pra quem quer tentar um intercâmbio?
Tente encontrar um alojamento universitário ou uma casa erasmus, vá em busca de pessoas de outros paises, se disvincule um pouco dos brasileiros, apesar disso ser quase impossivel, tente ficar mais enturmado entre os gringos pelo menos nos primeiros meses, leve os seus amigos portugueses para as festas erasmus, por incrivel que pareça, eles tem pouco acesso a esse tipo de festa. curse poucas cadeiras,não fique tão preso ao curso, viaje e se divirta ao máximo, tenha certeza que tudo tem jeito, lembre sempre que essa viajem é muito mais uma experiencia de aprendizado social do que de estudos, é logico que aprendi bastante na faculdade, mas nada se compara as amizades e viagens que fiz.

3 comments:

Anonymous said...

1. O que te motivou a fazer um intercâmbio?
Comer bacalhau
2. Como você selecionou o país que gostaria de ir e a universidade que estudaria?
Jogando WAR III]
3. Quais documentos teve que preparar?
So um! e Ja tava Preparado P guerra do Bacalhou
4. Como foi o processo de seleção
-Ta fedendo? é dos bons
-Ta mais ou menos? é piranha
-Ta xeirosinho? é patricinha de aracaju
5. A bolsa foi suficiente pra você se sustentar lá? Como se preparou financeiramente?
Rapaz, na bolsa so coube um kit caixa de camisinha, agora tow indo no seco mesmo.
6. Fala um pouco sobre a universidade que estudou em Portugal.
Ahhh, sou lembro da graminha embaixo da arvore, o resto foi surperfolu.
7. Após o término dessa experiência, quais foram as suas impressões sobre a importância desse tipo de oportunidade? O que ficou de bom?
Bacalhau Fede p Karalho mas é bom, fica o xeirinho na boca por um tempao ae demora p ter fome denovo.
8. Alguma recomendação pra quem quer tentar um intercâmbio?
Compre Muita camisinha, nao seja despreparado pq o negocio é dos pesados, la vc so toma carrinho da galera.
(demolock)

Zózimo Neto said...

Muito boa a sua iniciativa Jana, adorei a proposta deste blog! Acredito que deve estar ajudando muitas pessoas que buscam essas informações. Sem mencionar o layout que ficou muito bom!!!

Parabéns!!! =D

Aline Braga said...

pus oce lá no meu blog http://alinebrag.blogspot.com/

Post a Comment

Share your opinion!

Archive

Readers

Maintained by

My photo
Recife, PE, Brazil
I don't recognize nationalities or frontiers. My compromise is with life.

Total Pageviews