Projeto de pesquisa – Como começar?

Em que tipo de área do seu campo de estudo você quer se especializar? Muito provavelmente em mais de uma, já que existem tantas possibilidades. A dica então é dar uma olhada em cada uma dessas áreas e que tipo de formação cada uma delas pode lhe oferecer, além de conversar com profissionais já no mercado pra ver como atuam. Algumas perguntas podem ser feitas: Tenho interesse no problema? Há interesse social na resolução do problema?

Uma outra opção é ver os programas que as universidades oferecem nas especializações escolhidas por você: quais disciplinas são oferecidas, quais as linhas de pesquisa dos professores, que estrutura a universidade lhe oferece... Apesar de parecerem itens de escolha da universidade, podem também lhe ajudar a escolher a área que você deseja se especializar.

Ao se definir um projeto de pesquisa é necessário atender a alguns pontos, como [fonte UNEMAT]:
- determinar com precisão o que será estudado, ou seja, delimitar e configurar o problema de estudo;
- demonstrar com clareza os objetivos a serem alcançados, isto é, aonde o projeto quer chegar;
- delimitar o campo de observação, contextualizando o problema a ser investigado;
- eliminar critérios arbitrários, apresentando os argumentos com grande lucidez;
- converter os problemas em operações práticas, para possibilitar uma análise consistente, bem como facilitar a verificação das hipóteses e/ou da problemática investigada;
- realizar uma relevante revisão bibliográfica e selecionar o material que se utilizará como referência;
- explicitar as atividades a serem desenvolvidas pelos/as pesquisadores/as, associando-as a um cronograma de execução;
- Não abordar temas "panorâmicos", globais ou amplos demais, sobretudo se estes propósitos não correspondem à preparação dos pesquisadores, nem a base material e informativa requerida. É preferível abordar a solução do problema em etapas sucessivas mediante projetos mais enxutos, cuja elaboração e execução positiva permita elaborar futuros projetos com maiores probabilidades de sucesso. Um projeto excessivamente abrangente, em geral, é um caminho muito arriscado e não necessariamente mais curto;
- O Projeto de pesquisa deve ser escrito de forma tal que pessoas não especialistas no tema, tais como as equipes das agências financiadoras ou organismos de política de pesquisa possam compreender os argumentos apresentados. Se for necessário utilizar termos muito especializados, estes devem ser definidos. Evitar uma linguagem pesada que dificulte a compreensão das idéias desenvolvidas pelo proponente;
- Uma redação sintética, bem feita, é sinal de que o autor tem idéias bem claras e precisas do que pretende fazer (as probabilidades do projeto ser aprovado aumentarão muito);
- Análises conceituais prolixas e de difícil compreensão, dirigidas, não a fundamentar o projeto, mas a demonstrar vastos conhecimentos do autor, são sinais de falta de maturidade, pouca solidez do pensamento e insuficiente reflexão sobre o tema.
- Não se trata de exibir uma grande cultura mediante a utilização de uma linguagem excessivamente cientificista, muitas vezes compreensível só para o próprio autor. Cada disciplina tem sua linguagem específica, mas não se deve abusar desta questão. Uma linguagem rebuscada dá ao leitor uma sensação de insegurança. Por outra parte, nem todos aqueles que deverão analisar o projeto são especialistas disciplinares. Por isso, é conveniente que palavras pouco comuns, próprias de uma disciplina sejam definidas no texto do projeto para facilitar a compreensão;
- Deve-se evitar repetições desnecessárias nas diferentes seções do projeto, salvo quando essenciais para mostrar a correspondência entre as partes de projeto (por exemplo, entre objetivos específicos e resultados);
- Em determinados projetos, é necessário, quantificar a magnitude do problema a resolver e justificá-lo bem. Por exemplo, se há objetivo de desenvolver uma tecnologia para substituir importações, é indispensável obter os dados sobre essas importações nos últimos anos e seu valor econômico. Se for um projeto que visa contribuir para a redução do desemprego, deve-se demonstrar quantitativamente este fenômeno e expressar a expectativa e impacto do projeto;

0 comments:

Post a Comment

Share your opinion!

Archive

Readers

Maintained by

My photo
Recife, PE, Brazil
I don't recognize nationalities or frontiers. My compromise is with life.

Total Pageviews